"SKILL A GENTE SABE QUE TEM, MAS O PSICOLÓGICO PESA BASTANTE", DIZ ZIG SOBRE DESEMPENHOS DA LIQUID

Fizemos uma entrevista exclusiva co Zigueira, um dos destaques da Team Liquid no Rainbow Six Siege.

"SKILL A GENTE SABE QUE TEM, MAS O PSICOLÓGICO PESA BASTANTE", DIZ ZIG SOBRE DESEMPENHOS DA LIQUID

eSportsBR

Entre os 7 e 11 de Novembro estivemos presentes na Gamecon Brasília, evento dedicado inteiramente aos esports. Além de realizar campeonatos de games renomados, como Overwatch e Counter Strike: Global Offensive, o evento também promoveu diversas outras atividades, como palestras gratuiras sobre as mais diversas pautas do universo dos esports, maratona de desenvolvimento de jogos, arena de gameplays e Meet&Greet com pro players, influencers e profissionais da área. Um dos convidados do evento foi o Leo “Ziguera” Duarte, jogador profissional de Rainbow Six Siege. Zigueira (ou simplesmente "ziG') atua como suporte na equipe da Team Liquid. Tivemos a oportunidade de realizar uma entrevista exclusiva com o pro player, onde debatemos um pouco a respeito do time, dos campeonatos e das possíveis previsões para o Brasileirão 2019 de Rainbow Six Siege.

A Team Liquid é considerada uma das melhores lineups do cenário brasileiro de Rainbow Six Siege. Mesmo com nomes de peso em sua equipe, como André "nesk" Oliveira e o próprio ziG, a equipe não obteve bons resultados nos últimos tempos, deixando escapar as classificações tanto para a última fase do Brasileirão 2018 como da Pro League. Questionamos Zigueira sobre os motivos que puderam ter levado a equipe a esses resultados. "Cabeça, simplesmente mental ali. Na hora das partidas importantes o time dava aquela baqueada, não conseguia executar as plays por causa de cabeça.” – afirmou Ziguera sobre o desempenho. “Basicamente isso, por quê skill a gente sabia que tem, mas acho que o psicológico pesou bastante.” – completou.

 

 

Recentemente houve a troca de José “Bullet1” Victor por Luccas "Paluh" Molina. Zigueira também nos contou como isso pode alterar a identidade do time dentro de jogo. “O Paluh veio da BootKamp, jogar na BK e na Team Liquid é diferente, porque a pressão na Team Liquid acaba sendo maior, mas ele é muito seguro naquilo que ele tá fazendo, ele peita mesmo, ele rasga e vai sem medo.” – Respondeu Zig a respeito do jogador. “A gente tava precisando disso, de alguém sem medo, pra ajudar a gente nos entry, junto com o Nesk. A gente já treinou e com certeza ele vai ajudar muito ai nessa disputa dos próximos jogos.”

 

 

Após a derrota na fase de grupos do Six Major Paris, Ziguera comentou em seu canal que o principal fator para as derrotas brasileiras em mundiais seria o psicológico. Sabendo disso, o desempenho para os próximos campeonatos pode ser diferente. “A gente tem que preparar a parte da skill sempre, mas focar bem mais na parte do psicológico, do mental, por que eu já to achando que é 50-50. Pode ter skill, mas não saber ter cabeça pra decidir se executa ou se trava isso te prejudica. Pra mim tem que trabalhar bastante o mental porque se não 2019 vai ser difícil!” – afirmou.

Por fim, fizemos uma brincadeira com ziG a respeito dos operadores do game. Desafiamos o jogador descrever um novo personagem, que fosse ideal para o seu gameplay “Antes do Maverick eu queria muito alguém pra quebrar os reforços, ai vem o Maverick com esse maçarico, que é legal, mas eu tenho uma ideia melhor! Já viu quando coloca gelo em vidro? Então, colocava um gelo ali num refoço e abria como se fosse uma biriba. Chega de trap vamos começar a mudar essa parte ai.” – descreveu.

 

Atualmente a Team Liquid é a terceira colocada no Brasileirão de Rainbow Six Siege, somando 4 pontos. A liderança da tabela está dividida entre a FaZe Clan e a Ninja in Pyjamas, ambas com 8 pontos cada.