Escreva o que pretende procurar e pressione ENTER para iniciar a sua pesquisa!

eSports-logo-250x250
live-news-icon

Live News

QUATRO JOGADORES DE PUBG SÃO BANIDOS NOS EUA POR USO DE HACK

Imagem de: Reprodução

QUATRO JOGADORES DE PUBG SÃO BANIDOS NOS EUA POR USO DE HACK

Players ficarão impedidos de participar de competições oficiais por três anos.

A virada de 2018 para 2019 não foi tão agradável para Tyler "DevowR" Sti, Liam "Liammm" Tran, Christian "Cuhris" Narvaez e Mark "Tefl0n" Formaro. Isso por que os jogadores foram banidos do cenário competitivo de PlayerUnknown's Battlegrounds devido o uso de hacks durante qualificatória aberta da National PUBG League (NPL). O anuncio foi feito na última segunda (31), por meio da conta oficial de esports de PUBG no Twitter.
 
De acordo com o comunicado, os jogadores serão banidos por três anos de todas as competições oficiais de PUBG, a contar do dia 31 de dezembro de 2018. Além disso, a nota também deixa explícito que jogadores que forem pegos utilizando softwares maliciosos, que possuem a intenção de burlar o sistema do jogo e conferir vantagens aos usuários, poderão ser banidos por um período que pode variar de três anos até o ban permanente. 
 
As equipes que os pro players representavam (Death Row, Almost, Reapers e Totality) também perderam o suas vagas na competição, e foram substituídas pelas quatro equipes mais bem colocadas no ranking da terceira rodada qualificatória da NPL. Sendo assim, as substitutas serão: PlayerOne Esports, Yellow Pike Gaming, ReinvenT e GGWP.
 
Recentemente PUBG já havia passado por uma nova onda de banimentos, que atingiu diversos usuários que utilizavam map hack, um dos hacks mais difícies de se identificar pelos sistemas automáticos do jogo.
 
Com o desenvolvimento dos cenário competitivo previsto para os próximos anos, a PUBG Corp. deve tornar ainda mais rígido a fiscalização sobre casos de hacks. Essa não é uma movimentação isolada da companhia, outras desenvolvedoras também estão se tornando muito mais rígidas com a penalização de jogadores que utilizam hacks, como é o caso da Blizzard, no Overwatch e da Valve, no Counter Strike Global Offensive
 
A National PUBG League Preseason acontecerá entre os dias 7 e 13 de janeiro e contará com 32 equipes disputando uma premiação total de 100 mil dólares, além da vaga para a primeira temporada da competição. Confira abaixo o comunicado completo (em inglês) postado pela PUBGEsports
 
 
 
Comunicado PUBG
 

Notícias Relacionadas

Campeões de League of Legends
PubG LOL: LORE+JOGO, O COMBO IMBATÍVEL

LoL não é só um MOBA com jogabilidade interessante. A história está em todos os lugares.

Lux Stemmaguarda em Warriors
PubG RESUMINDO O QUADRINHO DA LUX

Teve muita história antes do grande embate de Sylas contra o exército de Demacia

Arte conceitual do desenvolvimento do Fiddlesticks
PubG LOL: O TERROR EM DEMACIA

O novo Fiddlesticks está chegando para assombrar Runeterra, e talvez você, invocador

Instagram

última imagem publicada no instagram por eSportsBR