NINJA ABANDONA TWITCH E ANUNCIA MUDANÇA PARA MIXER

Detalhes adicionais sobre a transferência não foram divulgados

NINJA ABANDONA TWITCH E ANUNCIA MUDANÇA PARA MIXER

Divulgação

Tyler Blevins, mais conhecido como Ninja, está de casa nova! O norte-americano que hoje é considerado o maior streamer do mundo anunciou na última quinta (01) que está de saída da Twitch. A partir de agora, Ninja passará a transmitir exclusivamente pela Mixer, plataforma de streaming da Microsoft.

O streamer utilizou o Twitter para comunicar a mudança. Em um vídeo divertido e satírico, simulando uma coletiva de imprensa, Ninja tornou pública a informação da sua mudança

No vídeo, Ninja faz questão de deixar claro alguns pontos que certamente seriam levantados por seus fãs assim que ele anunciasse uma mudança dessa magnitude, com o fato de que “nada vai mudar em relação ao seu conteúdo”. Além disso Ninja deixa claro que a mudança representa para ele uma oportunidade de “voltar às raízes” e reencontrar o motivo pelo qual se apaixonou por realizar transmissões ao vivo na internet.

O QUE MUDA PARA TWITCH?

Apesar da Twitch ser a maior plataforma de streaming de games da atualidade, a saída de Ninja será uma perda difícil de se ignorar. Ele é detentor do recorde de maior número de seguidores na plataforma, com quase 14 milhões de followers em seu canal. Assim que o anuncio de Tyler foi postado no Twitter, a plataforma removeu o selo de conta verificado  

CONTRATO MILIONÁRIO

A mudança de Ninja pegou muitas pessoas de surpresa. Apesar dos detalhes da transação não terem sido revelados, a única explicação lógica para a mudança do streamer seria: a Mixer ofereceu um caminhão de dinheiro para ter a exclusividade de conteúdo com Ninja. Essa seria a única explicação para o movimento de Tyler, uma vez que este já possuia uma audiência gigantesca e qualificada dentro da Twitch, que é um rede com cerca de 900 milhões de usuários ativos em sua plataforma, contra apenas 45 milhões da Mixer. 

Rumores no Reddit chegaram a afirmar que a Mixer poderia ter oferecido algo entre US$ 100 milhões e US$ 930 milhões por um contrato de seis anos com o streamer, porém nada disso foi confirmado por nenhuma das partes.