Escreva o que pretende procurar e pressione ENTER para iniciar a sua pesquisa!

eSports-logo-250x250
live-news-icon

Live News

Monte Targon e capa do livro Reinos de Runeterra

Imagem de: Reprodução

LoL

LOL: O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE “LOL: REINOS DE RUNETERRA"

Se para você estava faltando conteúdo no jogo, ao ler Reinos de Runeterra essa opinião será diferente

Como já salientado em vários outros textos aqui no site, League of Legends já deixou de ser um único jogo MOBA e já tem um universo tão amplo que foi necessário a criação de outras mídias para comportar tantas informações. O livro Reinos de Runeterra é apenas mais uma dessas mídias que ajudam a enriquecer tudo que está relacionado ao jogo. 

Lançado primeiramente nos EUA e Europa em novembro de 2019, no Brasil o livro veio apenas no início de 2020, mais precisamente em março. Os compradores do material na pré-venda ainda receberam brindes exclusivos como um pôster do mapa de Runeterra, e uma skin card do Ezreal

Por aqui o livro foi publicado pela Riot Games em parceria com a editora Record, pelo selo Galera Record, voltado para o público adolescente e jovem adulto. Editorialmente falando o livro é praticamente de luxo, feito em capa dura e totalmente colorido, para mostrar as criações artísticas do setor da Riot Games, assim como vemos em art books de grandes obras, como Senhor dos Anéis, Avatar: a lenda de Aang, e de jogos de videogames. 

Apesar de todo o glamour do livro, as informações contidas nele são fundamentais para quem ama o universo e a cultura das regiões que compõem Runeterra. Aos amantes de narrativa, o livro é simplesmente o melhor conteúdo que a Riot disponibilizou até agora, mais até que os quadrinhos já publicados dos campeões Ashe, Lux e Zed. 

Como foi criar o livro

Pode parecer que a Riot Games procurou apenas uma outra forma de ganhar dinheiro, requentando informações que eles já disponibilizaram em contos, cinematics ou mesmo biografia. No entanto, o livro não é um resumo das informações que já temos, e sim biografias completas sobre cada região de Runeterra. 

Fora as informações históricas de cada região, a Riot Games estabelece de uma vez a nova lore do universo, que foi recriada totalmente em 2018. No entanto esse planejamento de mudança foi tão radical na empresa, que demorou anos para eles estabelecerem a história de cada local. 

De acordo com Ariel Lawrence, chefe de narrativa e responsável pelo nascimento e planejamento de Reinos de Runeterra, foram cerca de 4 anos para escrever tudo e estabelecer narrativamente falando as culturas de cada região, assim como os passados e acontecimentos importantes. 

Ariel, também conhecido como Thermal Kitten, ficou incubido ainda de editar o livro, montando os capítulos e as artes que importavam. 

Do que se trata o livro? 

O livro é focado nas civilizações de Runeterra, com cada capítulo dedicado á história, cultura e arquitetura de cada região. Começando por Monte Targon e chegando a Bandópolis. Com mais de 300 páginas de conteúdo, o livro é uma verdadeira enciclopédia sobre os reinos, desde os primórdios de Shurima, primeira grande civilização, até as guerras recentes de Noxus

Cada capítulo é dedicado à uma região, passando pelo Monte Targon e contando a história dos Aspectos de Runeterra, como o Aspecto da Guerra, da Lua, do Sol e de outras naturezas. É aqui que também entendemos os povos que vivem no Monte, dando várias explicações que não tínhamos em detalhes antes.

E essa lógica é aplicado em todos os outros reinos. Alguns com mais informações que outros, pelo seu tamanho e importância histórica. No capítulo de Noxus, por exemplo, é explicado a linha do tempo que é considerada na civilização atual, que foi iniciada pelo calendário de NoxusMap of Runeterra - Universe - League of Legends | Fantasy armor ...

Além de ter artes sobre as civilizações, há muitas informações sobre o modo de luta, economia, armaduras, fauna e flora, entre outros detalhes muito interessantes. Créditos: Riot Games

Os acontecimentos antes da ascensão de Noxus é visto como “Antes da Ascensão de Noxus”, numa lógica próxima ao nosso A.C. Todas as civilizações possuem artes exclusivas, nunca antes divulgadas, além de um conto no fim de cada capítulo, criado primeiramente para o livro. 

Os contos, que os que já estão acostumados com a história de League of Legends sabem o quanto são ricos em informação, são maiores do que de costume, não sendo meramente adições sem fundamento ou ligação com os acontecimentos de cada canto de Runeterra.

Veja o sumário completo: 

  1. Targon
  2. Iônia
  3. Noxus
  4. Timeline de Runeterra
  5. Demacia
  6. Freljord
  7. Piltover e Zaun
  8. Ixtal
  9. Águas de Sentina
  10. Ilhas das Sombras
  11. Shurima
  12. O Vazio
  13. Bandópolis

Após o sucesso no mundo e no Brasil, - o livro chegou a configurar duas semanas consecutivas na lista de mais vendidos na Veja - é possível termos no decorrer dos próximos anos mais livros desse tipo, talvez focado em outras informações, como os diferentes tipos de magias existentes, fechamento de histórias que possuem pontas soltas nas biografias de campeões, e até mesmo um sobre os universos alternativos já criados até aqui. 

Opções não faltam para a Riot. Mas e aí, você já leu Reinos de Runeterra?

PalomaBarreto

Paloma Barreto

O livro é uma baita aquisição para coleção. 

Notícias Relacionadas

NBA 2K League: Raptors Uprising GC quebra recorde de melhor início de temporada regular ao bater Heat e chegar a 11-0
LoL 11-0 INÉDITO!

Raptors Uprising quebra recorde de 2019 do Mavs; veja como foi o Dia 1 da Semana 8 da NBA 2K League

NBA 2K League: Magic Gaming surpreende e bate Warriors Gaming Squad
LoL WGS EM CRISE?

Duo da Flórida recuperado, Celtics zerado e Jazz embalado; veja como foi o Dia 4 da Semana 7 da NBA 2K League

NBA 2K League: em duelos emocionantes decididos por um ponto, Mavs Gaming vence Warriors Gaming Squad
LoL FINAIS EMOCIONANTES

Mavs passa pelo Warriors Gaming Squad no melhor duelo da temporada; veja como foi o Dia 3 da Semana 7 da 2KL

Instagram

última imagem publicada no instagram por eSportsBR