Escreva o que pretende procurar e pressione ENTER para iniciar a sua pesquisa!

eSports-logo-250x250
live-news-icon

Live News

Streaming de vídeos de partidas de League of Legends

Imagem de: Divulgação

LoL

LOL: O ESPECTADOR GAMER: UM CONSUMIDOR DIFERENTE NO MERCADO DE ESPORTS

Quem disse que ver eSports não é divertido? Conheça um pouco mais desse mundo!

As plataformas de streaming de jogos estão cada vez mais agradando ao público gamer e crescendo a cada dia. Entre as principais plataformas temos a Twitch, YouTube, o Facebook que chegou recentemente, e até mesmo o CubeTV. São plataformas que tornaram possível a profissionalização de uma área que até pouco tempo atrás mal era conhecida: o streaming. 

O streaming nada mais é do que uma transmissão online e em tempo real (com pequenos delays) de um vídeo. O termo streaming passou a ser usado especialmente para a área de games, pois o termo conhecido por “live” é bem mais abrangente. E assim como os jogos de campanha e de consoles, os eSports foram contemplados nessa nova maneira de divulgar games. 

Não só foram contemplados como são os jogos com mais visualização nessas plataformas. League of Legends já teve alguns recordes de horas assistidas na principal plataforma de streaming do mundo: a Twitch. LoL levou o caneco em 2017 no Brasil e agora em 2019, apenas neste primeiro semestre teve mais de 512 milhões de horas assistidas no mundo inteiro, fechando em primeiro lugar de jogo mais visto pelos espectadores gamers. 

Os números impressionantes foram coletados pela Statista, empresa especializada em estatísticas de várias áreas empresariais. Desta forma, o MOBA mais famoso do mundo está conquistando as pessoas em todos os lugares, seguido por outros eSports que estão se destacando, como CS:GO, Dota 2 e Fortnite

Em outras estatísticas, os esportes digitais também continuam sendo muito procurados, com os espectadores batendo de frente com a quantidade de jogadores. CS:GO e Dota 2 chegam a grandes picos, por exemplo, em épocas de grandes campeonatos, mostrando que são jogos com uma grande comunidade de torcedores. 

Gráfico de espectadores e jogadores de CS:GO

(Jogadores vs espectador em CS:GO/Fonte:Nexo Jornal)


Jogadores vs espectadores em Dota 2

(Jogadores vs espectadores Dota 2/Fonte: Nexo Jornal)

Todos os dados são dos últimos 7 anos no máximo, mostrando um grande boom nesse mercado. O cenário de streaming de vídeos já faturou em receita quase 20 bilhões de dólares no mundo inteiro no ano de 2017. Em um mercado que ainda não chegava a 1 bilhão de espectadores. 

Receita x número de espectadores
(Receita anual do mundo vs usuários) 

Bom, deu para ver que é um setor que fatura muita grana e que também aquece todo o mercado de jogos como um todo. Mas, principalmente, também cria cada vez mais uma sólida comunidade que está cada vez mais apaixonada por acompanhar os campeonatos, times e streamers profissionais. 

Quais os motivos para acompanhar transmissões de jogos?

Em meio a esses números absurdos, decidimos entrevistar dois espectadores gamers para entender um pouco mais dos motivos de acompanhar com tanta assiduidade streamers de League of Legends. Mas, antes, é importante também mostrar apenas um pouco do cenário dos espectadores em geral. 

Plataformas como a Twitch perceberam que os games (sejam de consoles ou PC) são um grande mercado mundial, que é possível investir não apenas em atualizações no próprios jogos, mas também na comunidade, fazendo com que se tornassem ainda mais ativas. Não à toa hoje temos grandes eventos dedicados à lançamentos e novidades nesse universo, como a própria E3, recebendo milhares de fãs do mundo inteiro. 

Com isso, o streaming de jogos veio como uma forma de saciar a vontade da comunidade, de ver em tempo real um jogo recém-lançado, ou mesmo o universo online dele, atualizações, e novas modalidades de jogo. Enfim, nos últimos anos o fã não precisa mais esperar por uma review de um grande portal, revista ou produtora de jogos. Ele pode ver no mesmo dia do lançamento através do streaming. 

A febre para saber mais sobre os jogos e aprender tornou possível então a carreira de streamer. O streamer tem justamente esse papel de transmitir uma novidade de um jogo qualquer, e mostrar suas habilidade e ao mesmo tempo entreter a “plateia”. 

Portanto, os motivos mais claros para os espectadores gamers existirem e cada vez mais se popularizarem são, basicamente:

  • Admiração pelo streamer;
  • Por não ter a oportunidade de ter o game ainda, mas quer acompanhar as novidades que o jogo traz;
  • Para se divertir; 
  • Melhorar a sua gameplay.


Como é essa realidade no mundo de League of Legends? 

Algumas motivações para acompanhar streamers e vídeos sobre League of Legends se assemelham ao espectador que assiste a jogos de campanha também. Em entrevista com Wellington Gonçalves e Felipe da Paz Lage criamos um recorte de como são os espectadores de League of Legends.

Seguindo a tendência das pesquisas e dados, os dois acompanham seus streamers favoritos pela Twitch, apesar do YouTube e o Facebook são também opções em alguns casos específicos. Ambos acompanham streaming há cerca de 5 ou 6 anos, mais ou menos quando a Twitch chegou ao mercado, em 2011. 

A faixa etária também é parecida. Wellington tem 23 e Felipe 24, o que também faz sentido no meio geral de eSports. Os pro players em média estão na casa dos 20 anos, e quem os acompanha possuem uma idade aproximada. As suas motivações, além da melhoria do gameplay e por diversão, está também a vontade de serem torcedores de verdade. 

Ao serem perguntados se gostariam de acompanhar seus streamers favoritos em algum campeonato de divulgação, ou caso joguem em algum evento, prontamente responderam que sim. E além disso, já contribuíram financeiramente com algum streamer de League of Legends

Streamers menores, que ainda possuem poucos inscritos e seguidores, acabam também sendo uma porta de entrada para o espectador ter uma aproximação maior do que apenas ver a transmissão em vídeo. Então é possível um vínculo maior com a pessoa, trocando mais ideias e rolando aquela identificação maior. 

E agora vem a pergunta que todos fazem. Quais são esses streamers? Segue então a lista de alguns que Felipe e Wellington seguem com frequência: 

  • Yetz: Mateus yeTz Vieira tem mais de 500 mil seguidores na Twitch e além de jogar League of Legends, também faz streaming de World of Warcraft
  • Jovirone: majoritariamente com vídeos de League of Legends, Jovirone é bem famoso no meio e tem mais de 800 mil seguidores na Twitch
  • Ookina: com quase 210 mil seguidores da Twitch, Ookina é um streamer de League of Legends e atualmente faz streaming pela plataforma do Facebook, com 28 mil seguidores. 
  • Mandiocaa: também conhecido como Adrian Augusto Dei Romero, Mandiocaa já foi pro player e esteve no competitivo do CBLOL em 2013! Atualmente possui quase 300 mil seguidores na Twitch
  • Pato Papão: esse é um dos casos de streamers que jogam diversos jogos, faz react de bugs em jogos de campanha e tem uma grande variedade nas transmissões que faz. Entre os jogos, há League of Legends. Hoje tem quase 550 mil seguidores na Twitch
  • Rakin: Rakin é bastante famoso no cenário de League of Legends, aparecendo até nas transmissões de CBLOL. Hoje faz parte da Team Liquid no Brasil e tem mais de 750 mil seguidores na Twitch
  • Yoda: Yoda é o streamer mais famoso no Brasil e atualmente está no competitivo de League of Legends, na Red Canids. Famoso mid laner, tem quase 1,5 milhão de seguidores na Twitch
  • Jukes: famoso streamer na Twitch, com quase 1 milhão de seguidores, atualmente faz parte do time da Cloud 9 Academy. O time principal da Cloud 9 é finalista na LCS e estará no mundial de League of Legends em outubro deste ano. 


Pode ainda parecer que a comunidade gamer é amadora e pouco participativa, mas nos últimos 5 anos isso mudou drasticamente. Cada vez mais streamers ganham a vida transmitindo a si mesmos jogando, e cada vez mais há espectadores compartilhando uma parte de sua vida com esses streamers. 

“Quando tenho um dia cansativo ou estressante prefiro assistir streams do que séries/filmes, principalmente o Pato Papão, independente do que ele estiver streamando. É um pouco a sensação de estar com um amigo assistindo o vídeo em questão”, explica Felipe, ao contar sobre suas experiências assistindo aos vídeos na Twitch

A etapa para acompanhar streamers estimula ainda que esses mesmos espectadores passem a acompanhar com mais afinco o competitivo de League of Legends - mas isso também serve para qualquer outro eSport. E daí em diante é possível que o espectador escolha um time para torcer e construa uma identificação com ele. É um processo que beneficia todas as cadeias. 

E você, tem alguma história envolvente para compartilhar? Conta pra gente! 

Notícias Relacionadas

NBA 2K League: Raptors Uprising GC quebra recorde de melhor início de temporada regular ao bater Heat e chegar a 11-0
LoL 11-0 INÉDITO!

Raptors Uprising quebra recorde de 2019 do Mavs; veja como foi o Dia 1 da Semana 8 da NBA 2K League

NBA 2K League: Magic Gaming surpreende e bate Warriors Gaming Squad
LoL WGS EM CRISE?

Duo da Flórida recuperado, Celtics zerado e Jazz embalado; veja como foi o Dia 4 da Semana 7 da NBA 2K League

NBA 2K League: em duelos emocionantes decididos por um ponto, Mavs Gaming vence Warriors Gaming Squad
LoL FINAIS EMOCIONANTES

Mavs passa pelo Warriors Gaming Squad no melhor duelo da temporada; veja como foi o Dia 3 da Semana 7 da 2KL

Instagram

última imagem publicada no instagram por eSportsBR