Escreva o que pretende procurar e pressione ENTER para iniciar a sua pesquisa!

eSports-logo-250x250
live-news-icon

Live News

Kalista no conto Os ecos deixados para trás

Imagem de: Divulgação/Riot Games

LoL

LOL: LORE IMPORTA - LEDROS, O AMANTE ESQUECIDO

League of Legends é um jogo que possui um universo histórico imenso, que vale a pena ser notado

A lore da maioria dos personagens de League of Legends é muito rica, e mesmo que joguemos todos os dias e vemos as builds, skins e mecânicas de jogo, não percebemos o quanto os contos e a biografia dos campeões fazem a diferença. Lore Importa vai ser o novo quadro da eSports Brasil, que foca no universo de Runeterra e os campeões lançados pela Riot Games

Neste primeiro episódio vamos falar de Ledros, o amante esquecido das Ilhas das Sombras. Ledros não é um campeão jogável, mas possui um conto próprio, focado principalmente na Kalista. Antes de falar do próprio Ledros, é importante a gente resumir pelo menos o que já sabemos de Kalista.

A transformação de Kalista nas Ilhas das Sombras

Kalista era uma das comandantes do exército do Rei Destruído, que tinha um grande reinado e era temido por Runeterra nas antiguidades (que ainda não sabemos bem em que época). Kalista, também sobrinha do Rei, tinha o dever de proteger a família imperial, e assim o fez com lealdade. Porém, um assassino com o objetivo de matar o rei invadiu o local e teve de enfrentar Kalista.

Apesar de Kalista evitar uma tragédia maior, a espada do assassino atingiu a esposa do Rei, e assim descobriram que a folha da espada estava envenenada. O Rei ordenou que os melhores médicos fossem chamados para retirar o veneno, mas nenhum especialista foi capaz de extrair tal veneno do corpo dela. 

Assim, Kalista foi chamada pelo Rei para iniciar uma jornada por Runeterra, no objetivo de trazer uma cura. Bem, Kalista achou esse lugar após muita procura: Ilhas das Bênçãos. Acontece que ao chegar lá, os monges e curandeiros aceitaram tratar e curar a esposa do Rei, mas a condição é que ela deveria estar viva. 

Kalista então voltou ao reinado de seu Rei, mas chegando lá, a rainha já estava morta e não tinha mais o que ser feito. Mesmo Kalista explicando, seu Rei e tio já louco, não acreditou nas palavras da general. Assim, ordenou que ela fosse condenada por trair a coroa. Hecarim, o general responsável por comandar extermínios de povos e vilas, após o Rei ficar enlouquecido e cético, convenceu Kalista a levá-los logo para as Ilhas, e ela acabou cedendo. 

Sabemos o fim disso. Chegando nas Ilhas das Bênçãos, o que Kalista tinha dito era verdade, afinal. O Rei então, totalmente na ira e fora de si, lançou uma maldição que foi potencializada com os objetos profanos que já existiam nos calabouços da Ilha, protegidos por Thresh. A maldição tornou as Ilhas das Bênçãos na atual Ilhas das Sombras. Os cidadãos da ilha então se tornaram espectros atormentados, e apenas alguns deles ainda se mantiveram racionais. 

Kalista foi uma das vítimas, e se tornou um espectro cheio de ódio, ressentimento e vingança pelo que o Rei Destruído fez depois de enlouquecer. Se tornou uma entidade sem lembranças da vida humana e caçava apenas procurando se vingar. Várias e várias vezes.


Splash art do Rei Destruído

Seus sentimentos se tornaram lenda, e humanos passaram a procurá-la para se vingar de alguma pessoa. Kalista, Em troca de emprestar sua força, pegava a alma do indivíduo. Mas ninguém que Kalista caçou sobreviveu para contar história. 

Quem é Ledros? 

Ledros não é um campeão jogável (ainda) em League of Legends. Assim como Senna, que foi citada na lore de Lucian e Thresh, ele foi citado na lore da Kalista, especificamente em um conto totalmente dedicado a ele. Por possuir um objetivo, personalidade e ter descrição de como é, é um personagem que a Riot Games futuramente pode tornar campeão. 

O personagem aparece no conto “Os ecos deixadas para trás”, escrita por Anthony Reynolds. Através do conto sabemos que o Ledros era um gladiador do Rei, corpulento, portando uma espada quebrada, escudo de ferro, botas e um elmo de espinhos. Ele foi junto com o Rei para proteger Kalista, seu grande amor, mas não recíproco. 

No entanto, com a maldição, Kalista se tornou um dos únicos espectros irracionais, mas que mesmo assim possuía uma força descomunal, além de caçar sem descanso, atrás de sua vingança. Além de obcecada pelo ódio e vingança, ela também esqueceu quem foi e de toda sua vida como humana. 

Ledros, ao contrário, se lembra bem, apesar de por vezes ser tragado pela Névoa Negra e se perder de si mesmo. Mesmo quando ele “morre”, Ledros volta ao seu santuário, um local que aparentemente é próximo do que antes era uma biblioteca. Foi lá que ele morreu em vida, com a maldição do Rei Destruído

Ledros também é um espectro, mas ao contrário dos outros das Ilhas das Sombras, o ódio, a vingança e a fome pelos seres vivos não o contagia. Ele é uma anomalia, como o próprio Thresh fala para ele. Ledros ainda tenta salvar Kalista da própria obsessão, para ter de volta a pessoa que amava, nem que seja em forma de espectro. 

Digamos que o Ledros é o único espectro que racionaliza a maldição que assola as Ilhas das Sombras e que sabe o mal que aquele lugar faz para todos, inclusive para os espectros racionais. Ele ainda luta para manter a sanidade, na tentativa de retomar a humanidade da Kalista, principalmente. 


O que antes era um local sagrado, se tornou a casa dos mortos-vivos, as Ilhas das Sombras

O conto mostra que ele tentou muitas, milhares de vezes. E ele teve um único fio de esperança de fazer ela lembrar dele. Mesmo se perdendo na Névoa Negra de várias formas, ele não desiste e vai novamente atrás de Kalista, que mata espectros da cavalaria do antigo Rei, na tentativa de se sentir mais aliviada. 

No fundo, a Kalista se culpa por levar o Rei até as Ilhas das Bênçãos. E Ledros também reforça que eles deveriam ter matado o Rei antes dele chegar na Ilha, pois todos iriam entender (talvez menos Hecarim). Além disso, no conto, sabemos mais das habilidades de Kalista, que foi conhecida como a Lança do Trono Prateado

Em vida, Kalista era uma general astuta e muito forte, decidida. Como espectro, ela se tornou mais veloz e mais sádica. Por isso a facilidade dela desviar de ataques enquanto ela mesma está atacando com suas lanças. É uma das mecânicas da campeã em jogo, inclusive. 

Apesar de ser um único conto com a presença de Ledros, ele é muito bem desenvolvido e trabalhado, com todas as chances possíveis de ser um campeão jogável em League of Legends. Ainda mais agora, com a lore da Senna, Ledros pode ser um dos espectros a ajudá-la a acabar com a maldição e ir atrás do Rei Destruído.

O Rei Destruído

Antes da lore da Senna e do anúncio do desenvolvimento do jogo The Ruined King: Uma história de League of Legends, acreditava-se que o Rei Destruído estava preso na própria espada, chamada “Espada do Rei Destruído”, item jogável de Summoner’s Rift. Até havia a brincadeira que os jogadores estavam jogando com o próprio Rei. 

No entanto, a lore da Senna descarta essa teoria. Ao estar na lanterna de Thresh, Senna conseguiu ver tudo que aconteceu nas Ilhas das Bênçãos e agora procura pelo Rei Destruído para desfazer a maldição que assola a ilha. Para terminar de vez as chances do Rei Destruído estar na espada, no The Game Awards (TGA) a Riot Games anunciou um jogo em parceria com a Airship, desenvolvedora de jogos.

O jogo em questão se passará em Águas de Sentina e as Ilhas das Sombras, mas sendo um RPG com foco narrativo e baseado em turnos. O diferencial é que os jogadores já fãs de League of Legends poderão explorar o jogo como nunca antes, conhecendo locais ainda não visitados por nós. 

Portanto, até pelo nome do jogo ser “Ruined King” (Rei Destruído em português), é capaz de sabermos mais sobre seu destino. Com isso, parece cada vez mais próximo a existência de Ledros no universo jogável de LoL.

PalomaBarreto

Paloma Barreto

Se tem um personagem não jogável que eu curto muito, esse é o Ledros. Ele já tem meio caminho andado para existir. 

Notícias Relacionadas

Narrador da LCS, Clayton Raines
LoL LOL: CLAYTON RAINES DORMIU, PERDEU LUGAR

A punição ocorreu devido ao narrador ter perdido a hora, não acordando para trabalhar

Faker, mid laner da SKT1, renova contrato com o time
LoL LOL: FAKER AGORA É DONO DA T1!

Ídolo da T1, Faker aceita continuar no time e vira um dos sócios do clube

CBLOL: FLAMENGO E PRODIGY LIDERAM COMPETIÇÃO
LoL LIDERANÇA DUPLA!

Equipes venceram seus confrontos neste sábado (8) e ficam na ponta da tabela

Instagram

última imagem publicada no instagram por eSportsBR