Escreva o que pretende procurar e pressione ENTER para iniciar a sua pesquisa!

eSports-logo-250x250
live-news-icon

Live News

Splash Arte oficial de alguns campeões de LOL

Imagem de: Reprodução

LoL

LOL: ENTENDA O BÁSICO PARA COMEÇAR A JOGAR LEAGUE OF LEGENDS

O MOBA mais famoso do mundo anda em crescimento, e quem quer começar a jogar tem que saber do básico

Ao contrário de alguns jogos de campanha, muito comuns em consoles, MOBAs e jogos de RPG ou MMORPG necessitam de estratégias e planos antes de colocar tudo em prática. É lógico que além da escolha dos personagens e distribuição de poderes, a prática conta bastante em League of Legends, mas antes de entrar em uma partida, é melhor conhecer um pouco mais sobre outras mecânicas. 

League of Legends é um jogo Multiplayer Online Battle Arena (MOBA), que mistura elementos de Estratégia em Tempo Real (RTS na sigla em inglês) e RPG. A grosso modo, ele é um PvP em grupo, em que as equipes precisam jogar juntos e cooperar para destruir o Nexus da equipe adversária. Esse modelo de jogo permitiu que a Riot Games se mantivesse bem por 10 anos com League of Legends, com muitos reworks, transformações e avanços.

O modo mais famoso, tradicional e utilizado em campeonatos oficiais é o Summoner’s Rift (Fenda do Invocador), em que a equipe é composta por 5 pessoas, que se dividem no mapa em rotas específicas. Assim há 4 rotas: o topo (top lane), o meio (mid lane), a rota inferior (bot lane) e a selva, que não é bem uma rota linear, e preenche boa parte do mapa. 

Apenas a bot lane uma dupla que joga juntos, pois o atirador costuma ser o adcarry (que carrega o jogo em dano), porém ele não tem tanta vida que nem outros campeões, então necessita de um suporte (que muitas vezes segura muito bem o jogo inicia as team fights).

Créditos: Riot Games

Assim como o RPG, os jogadores precisam pensar em equipamentos ideais na hora da luta, assim como detalhes na build (construção de poderes do personagem), que incluem a ordem das habilidades do campeão a serem usadas e as runas escolhidas. 

O conjunto desses três fatores que determinam o dano que você vai causar, o dano que você vai resistir, a velocidade da sua movimentação no mapa, do seu ataque, maneiras de você sair vivo de combates utilizando itens ativáveis, entre outros detalhes. 

Portanto, além do treino de saber os botões para movimentar o seu campeão e se acostumar com o mapa escolhido, todas essas estratégias são pensadas antes e durante a partida. Exatamente por essas características que League of Legends é um jogo desafiador, pois não há uma campanha única e exclusiva que o jogador faz, há infinitas possibilidades de campeões, habilidades, builds e maneiras de jogar. 

Por onde começar?

Ao todo, League of Legends possui mais de 140 campeões jogáveis, contando com um universo histórico estabelecido conhecido como Runeterra. Todos os campeões possuem uma relação com esse universo (o que chamamos de lore), portanto o jogo não é composto de personagens aleatórios. 

Os campeões inicialmente são desenvolvidos pela Riot Games para preencher uma rota específica do principal mapa, Summoner’s Rift, mas na verdade os campeões podem ser bem flexíveis dependendo da função que você vai querer jogar. 

Então, a primeira coisa que você precisa saber: tem muito campeão pra jogar e as possibilidades de funções não são limitadas, você tem uma boa liberdade para testar seu campeão em locais diferentes, se assim quiser. 

Os mapas de jogo

Além de Summoner’s Rift, o League of Legends tem outros modos de jogo. O próprio mapa principal pode ser jogado contra bots (versus computador), contra humanos (normal game), personalizada, em que você faz a montagem de times e a ranqueada (que te dá Elo, que seria o nível que você está em um modo de ranqueamento). 

Fora o principal mapa há o Aram, também conhecido como Howling Abyss, e o Twisted Treeline. Assim como o Summoner’s Rift, o Twisted Treeline permite você jogar contra bots. O mapa é completamente diferente e você joga apenas em um grupo de 3 pessoas, já que nesse modo há apenas 3 rotas possíveis. 

Créditos: Riot Games
Mapa do Twisted Treeline

Já o Aram é um modo bem mais acelerado de League of Legends, em que um grupo de 5 pessoas tem uma escolha totalmente aleatória de campeão e juntos devem derrotar o time adversário em uma única rota. Esse modo é bom para treinar as habilidades e sua mecânica com um campeão que não está habituado a jogar, ampliando seu leque de personagens. 

Créditos: Riot Games
Mapa de Howling Abyss (ARAM)

A história

Por trás dos campeões, há histórias que influenciam o mundo de Runeterra, que está em constante avanço e mudança. Nos primórdios do jogo da Riot, esse universo era mais confuso e não tão completo como ele é hoje. Porém, nos últimos anos a Riot se dedicou a recriar Runeterra, trazendo informações mais completas, jornadas inacabadas, situações históricas que afetam diretamente os campeões jogáveis. 

Portanto, é comum para quem está iniciando ver que a Riot se dedica para mostrar à comunidade as informações mais completas dos campeões mais atuais, desde splash arts, vídeos da gameplay das habilidades e detalhes de como funcionam seus poderes e sua origem.

Todos sabemos o quão difícil é ler tudo sobre todos os personagens antes de jogar, mas é importante pontuar que eles possuem poderes advindos de algum lugar. A quem não tem muita paciência para as leituras e detalhes de cada campeão, o patch principal de League of Legends possui uma página para cada campeão que você se interessar. 

Créditos: Riot Games

Nessa página há um resumo do campeão, suas skins, habilidades e uma descrição de cada. É uma forma que ajuda bastante a entender melhor as mecânicas e o estilo de cada campeão. 

As Runas

Antes das runas existirem, a Riot Games trabalhava com os “Talentos”, que modéstia à parte eram muito mais complexos de entender do que as runas de hoje. Em uma transformação dos talentos, a Riot simplificou os poderes adicionais dos campeões em tipos de runas essenciais e as secundárias. São elas: 

  • Determinação
  • Inspiração
  • Dominação
  • Precisão
  • Feitiçaria

Entendendo o básico da jogabilidade

Voltando ao modo RPG de jogar, assim que você entra em um modo de jogo (seja ele qual for), os objetivos são bem próximos e basicamente você precisa pensar em três coisas que vai te fazer evoluir: 

  • Fazer ouro
  • Matar o adversário
  • Destruir torres e inibidores

Para fazer ouro, você precisa farmar. O termo significa que você precisa matar as tropinhas adversárias (minions), que não são os campeões, mas sim aliados soldados. Se você entra no modo de jogo no lado azul do mapa, seus soldados serão azuis e os do adversário, vermelhos, e vice e versa. 

Se você dá o último golpe nessas criaturinhas, você ganha mais ouro, que vai permitir que você compre equipamentos melhores. Há bônus de ouro para o primeiro abate (first blood), primeira torre (first brick) e outros bônus, que também ajudam bastante para acumular grana e comprar os itens que você quer e montar a melhor build para o momento. 

Em mapas mais complexos, como Summoner’s Rift e Twisted Treeline, há outros objetivos além desses três citados. A selva é muito maior, e possui monstros que dão outros bônus. 

Fora os monstros comuns, temos os Dragões Elementais, cada um dando bônus específicos. Porém a Riot está preparando algumas mudanças em relação a isso para 2020, então é melhor você saber isso mesmo: em Summoner’s Rift os Dragões são importantes. Assim como o Arauto e o Barão.

Há outros detalhes, como os adicionais no mapa que dão vida, visão e te jogam em outro espaço do mapa, mas esses detalhes a gente vai pegando aos poucos, jogando na prática mesmo. 

Escolhendo os itens 

A quantidade de equipamentos é tão gigante quanto a quantidade de campeões, portanto faz bem analisar alguns que fazem mais sentido para os campeões que você mais usa e gosta. No jogo, você pode fazer seu próprio arsenal*, para deixar uma build já programada para um campeão específico. 

É no arsenal que você tem mais condições de analisar os equipamentos todos, itens secundários e de recuperação de vida e mana. Se você utiliza um mago, muitos de seus itens serão com poder de habilidade e penetração mágica para o dano. Se for um atirador, dano de ataque e velocidade de ataque serão mais prioridade. Cada campeão utiliza itens que mais favorecem seu estilo de jogo.

É também no arsenal que você ainda verá as opções de sentinela disponíveis. As sentinelas são importantes para dar visão no mapa de Summoner’s Rift e no Twisted Treeline

Além do comum Totem de Vigilância, você ainda tem a Sentinela de Controle, a Lente do Oráculo e a Alteração Vidente, que dão visão do mapa para você identificar onde estão os inimigos. Há outros itens de visão, mas mais específicos, como a Essência do Oráculo, que identifica armadilhas no mapa para evitar que você caia nelas. 

*: O arsenal fica na sua coleção>itens. Você pode criar arsenais para campeões únicos ou um grupo de campeões que usam itens semelhantes. 

Ainda está confuso?

Os pontos básicos foram todos passados, agora você precisa colocar a mão na massa para absorver isso tudo e começar a colocar em prática. No início é comum não ter resultados tão incríveis, mas tudo em League of Legends acontece na base do treino e paciência. Primeiro tente fazer os tutoriais, depois jogue contra os bots e tente jogar em outros mapas. 

A partir daí é mais tranquilo você ganhar confiança de jogar um normal game ou mesmo tentar uma ranqueada (caso tenha mais de 20 campeões). Não se apresse, é possível melhorar aos poucos. Não é preciso ser pro player para se divertir, mas quando você começa a entender as mecânicas e o funcionamento do jogo, tudo passa a ser mais divertido.

Se ainda tá difícil de entender tudo isso, a própria Riot possui uma página dedicada ao aprendizado de jogadores amadores e novatos. A Central de Aprendizado traz muitas noções de como o jogo funciona, mostrando de maneira simples e prática como as mecânicas são. Tudo explicado em vídeo, para ser mais visual ao usuário.

PalomaBarreto

Paloma Barreto

Espero ter ajudado, pelo menos que seja só um pouco.

Notícias Relacionadas

LOL: CONFIRA OS RESULTADOS DAS RODADAS DA SUPERLIGA 2019
LoL Teve WO, atropelo e muito mais na Superliga!

Primeiros dias de competição aproveitaram o feriado para adiantar os confrontos

Jogadores da Storm comemorando
LoL OS STORMS ACABARAM COM A MINERVA MAIS UMA VEZ!

Final do UNILOL foi emocionante, mas deu novamente a Falkol Storm, time da UFABC, de São Paulo

Logo do desafio universitário UNILOL
LoL MINERVA E STORM CONTINUAM DOMINANTES!

Na semifinal do desafio universitário de LOL no Brasil, mais uma vez Minerva e Storm ganharam seus jogos

Instagram

última imagem publicada no instagram por eSportsBR