Escreva o que pretende procurar e pressione ENTER para iniciar a sua pesquisa!

eSports-logo-250x250
live-news-icon

Live News

Irelia no clipe Phoenix

Imagem de: Divulgação/Riot Games

LoL

LOL: 7 CAMPEÃS COM HISTÓRIAS DE SUPERAÇÃO

Dia 8 de março é considerado um dia de muita luta feminina, e temos isso em LoL também

O universo de Runeterra é ficcional, mas com muitas inspirações vindas de novo universo, essas que moldaram design de campeãs e histórias de vida. Cada vez mais o trabalho narrativo da Riot Games avança para uma aproximação mais realista, para que nós como torcedores nos identifiquemos mais. 

E essa “política realística” trouxe histórias de campeãs muito bem construídas e com ótimas evoluções pessoais. Para comemorar esse dia da mulher, nada mais justo do que lembrar de algumas dessas histórias 

Ahri

A Vastaya que foi abandonada ainda quando era bebê teve que aprender a viver sozinha. De início ela aprendeu junto com animais selvagens de Iônia, sabendo como caçar e se cuidar da forma mais primária possível. No entanto, como a maioria dos vastayas, Ahri descobriu seu poder mágico. Era de absorver memórias e se alimentar da vitalidade de seres vivos. 

Como a campeã nunca tinha vivido em sociedade e não sabia bem as regras de cidadania e comunidade, aos poucos Ahri acabou se adentrando na guerra de Noxus vs Iônia. Em uma das empreitadas de noxianos, que descansavam em uma espécie de acampamento, Ahri teve contato com a vida humana pela primeira vez.

Ela descobriu seus poderes antes desse fatídico dia, mas se alimentava apenas da vitalidade de animais que caçava e com bastante respeito pela vida que tirava. Mas naquele dia, no acampamento, foi diferente. Os noxianos foram atacados e um dos homens ficou muito machucado, agonizando de dor. 

Instintivamente Ahri foi até ele e tentou deixá-lo mais confortável na partida. Acabou que no processo, Ahri sugou a vitalidade do homem, e foi a melhor coisa da vida dela. Ela pode ver memórias da vida do homem morto e assim se encantou em como os humanos viviam. 

O problema é que após esse incidente, Ahri passou a ficar viciada em sugar memórias de humanos e, por vezes, passava da linha de equilíbrio, matando suas vítimas apenas pelo prazer de ter as lembranças deles. 

Esse processo doloroso trouxe uma carga de culpa enorme na Ahri, que brigava com si mesma para controlar esse prazer. Essa caçada contra humanos mudou quando ela acabou se apaixonando por um homem e em uma das suas transes selvagens, sugou a vitalidade do seu amado e o matou. 

Cheia de culpa, prometeu que nunca mais chegaria a esse ponto novamente e se isolou da sociedade por um tempo considerável. Com mais controle de si mesma e sabendo que ainda precisava buscar quem era seus pais e porque foi abandonada, Ahri agora volta a ter contato com a sociedade humana para buscar sua própria história. 

Fiora

Da alta classe de Demacia, Fiora foi criada para ser uma verdadeira dama da realeza e satisfazer as vontades de seus pais. Sua história estava totalmente montada na cabeça de seus pais, que queria que ela fosse extremamente feminina, aprendendo todas as etiquetas das mulheres de elite, assim como achar um verdadeiro esposo rico e que desse mais poder para a família Laurent.

As rígidas regras de Demacia também não favoreciam Fiora, que queria apenas aprender a arte da espada com a esgrima. Desde jovem Fiora virou uma verdadeira pedra no sapato da família de elite, pois não aceitava e não fazia nada que lhe era imposto. Apesar da personalidade própria e decidida sobre si mesma e seu futuro, Fiora não tinha descanso algum. 

Seu pai marcou a data de casamento com uma família rica de Demacia, utilizando a Fiora apenas como um joguete de interesses, se nem a consultá-la. No dia da cerimônia, com um público da alta classe presente, Fiora rejeitou o então noivo e o afrontou, dizendo: preferiria morrer a passar pela desonra de permitir que outra pessoa controle seu destino.

Visto como um ataque à honra da família Stemmaguarda (que foi a família escolhida para Fiora casar), o noivo pediu uma batalha até à morte. Fiora então aceitou, no entanto, segundo Às rígidas regras de Demacia, era seu pai que tinha que lutar. No entanto, seu pai já tinha uma idade avançada e o até então noivo rejeitado era um dos melhores lutadores da região. 

Com medo de perder, pai de Fiora tentou drogar o adversário, e acabou sendo descoberto. A quebra do código de honra jogou a família Laurent no lixo, e seriam expulsos de Demacia. Com honra e sua personalidade decidida, Fiora então retirou uma velha regra de código de honra, que permitia que um ente da família expulsasse o familiar que cometeu a desonra. 

Um dia antes da luta no Salão de Espadas, Fiora conversou com seu pai, mostrando que esse era o único caminho para salvarem o nome da família. O pai então aceitou os termos para lutar com a filha no dia seguinte. Fiora teve de matar seu pai no Salão de Espadas para manter a família em Demacia. 

Após esse incidente, Fiora ainda mantém sua alta personalidade como sempre e é uma verdadeira chefe da família Laurent, enriquecendo e sendo uma importante referência para assuntos políticos. Mesmo sendo mal vista por ser a única mulher a comandar uma família inteira, Fiora segue firme honrando seu nome e sua casa, e sendo temida por todos os duelistas. 

Irelia

Xan Irelia tem uma das histórias mais tristes de Runeterra. A jovem dançarina ioniana era pacífica e vivia em sua vila de forma tranquila e equilibrada. Até que veio Noxus e passou a dominar regiões e atacar as pequenas vilas. Pegos de surpresa, a família Xan foi presa e viram todos os bens serem retirados das casas. 

Entre os pertences, Irelia viu uma caixa sagrada com o brasão da família Xan. De forma instintiva, Irelia foi até a caixa e tentou retirar das mãos dos noxianos. Impedida e cercada pelos inimigos, Irelia então sentiu o perigo vir e na mesma hora viu a caixa seguir os ritmos das danças de Irelia. 

Como um piscar de olhos, Irelia chamou o objeto vibrante até si e as lâminas a seguiram, matando os noxianos e forçando a campeã a fugir para as montanhas. Todo seu vilarejo foi reduzido à cinzas e era claro que Noxus não ia se satisfazer apenas com aquilo.

Após perder tudo, Irelia se tornou uma chama a ser seguida pelos ionianos sobreviventes, com o objetivo de parar Swain e se exército. Apesar do peso de carregar esse sonho e difícil objetivo, Irelia é considerada a maior líder ioniana que conseguiu vencer a guerra contra Noxus. 

Ms. Fortune

Sarah era filha de uma ferreira talentosa em Águas de Sentina, e se espelhava na mãe para ser uma grande mulher como ela. No entanto, o que a pequena Sarah não esperava era que Gangplank faria uma ameaça estrondosa para sua família. Ele exigiu que a mãe de Sarah fizesse o melhor par de pistolas já existentes. Apesar de relutante, a mãe achou melhor aceitar os termos para não perder a própria vida. 

1 ano depois Gangplank voltou e não queria nenhum papo, e nem queria pagar pelas pistolas. Apenas destruiu toda a oficina e matou os pais de Sarah, que foi a única a sair viva, por sorte. Gangplank, soberbo como era, matou a família com as pistolas criadas pela mãe de Sarah, e as deixou lá para queimar junto com a oficina. 

Como Sarah sobreviveu, mesmo coms os pesadelos dos anos seguintes e a dor de lembrar daquele fatídico dia, Sarah perseverou e muitos anos depois, já adulta, passou a utilizar o par de pistolas brilhantes de sua mãe (com melhorias da própria Sarah) e se chamar Miss Fortune.

A partir daí, a capitã pirata passou a ser temida por toda Águas de Sentina e declarou vingança à Gangplank, o rei pirata mais temido de todos os tempos. Não apenas se vingou de Gangplank, como agora Miss Fortune é a verdadeira rainha de Águas de Sentina, comandando seu exército pirata e todos os rolos das cargas trazidas pelos navios. 

Resultado de imagem para miss fortune splash art

Neeko

Com sua vila de Oovi-Kat destruída, aparentemente pelos próprios vastayas, e tomada pelas chamas, Neeko fugiu da destruição máxima e embarcou numa viagem sem objetivo. Sua antiga tribo era uma linhagem vastaya que ficava isolada em Runeterra. Pela pureza e inocência da cultura Oovi-Kat, Neeko podia sentir o “shoma” das pessoas, como se pudesse se comunicar telepaticamente com outros seres. 

Mas agora sozinha no mundo e sem rumo, sem saber para onde ir ou onde se estabelecer, Neeko acaba encontrando conforto na floresta de Nidalee, a mulher-leopardo. As duas tiveram uma forte conexão de amizade e carinho, e foi ali que Neeko aprendeu bastante coisa sobre as vivências diferentes dos seres humanos. 

Mas sua curiosidade pelo mundo ainda estava latente e seu sonho passou a ser conhecer outros vastayas e raças, como yordles, e criar uma cidade, um espaço, uma vila que pudesse reunir todos em paz, equilíbrio e igualdade. 

Senna

Caçada pela Tormenta e a Névoa Negra desde pequena, Senna teve que aprender a se defender desde muito cedo contra os espectros atormentados das Ilhas de Sentina. Apesar de não entender a conexão com esses seres, Senna sabia que seu destino era combatê-los. Por isso se tornou uma Sentinela da Luz e conheceu Lucian na sua jornada. 

Com a morte de seu treinador e protetor, Senna rumou para Demacia para avisar ao filho do falecido, Lucian. Já preparado para a batalha e por ter se apaixonado por Senna no tempo que ela ficou em Demacia, Lucian também se torna um Sentinela da Luz errante e segue com Senna para tirar a maldição dela. 

Nos infortúnios da vida, os dois sentinelas foram pegos pela Tormenta e encararam Thresh, um dos espectros mais poderosos das Ilhas das Sombras. Mesmo juntos, o pior aconteceu: a alma de Senna foi absorvida pela lanterna de Thresh e Lucian não conseguiu salvá-la, ficando só após uma onda de Tormenta. 

Anos se passaram e Lucian mantinha seu objetivo cegamente de encontrar Thresh novamente e salvar a alma de sua amada. O amor deles já era recíproco, mas Senna já se preocupava no quanto Lucian estava obcecado com sua maldição. Ao ser absorvida pela lanterna, Senna entendeu sua própria maldição, pois as trevas estavam atrás da luz, e ela irradia essa luz. 

Ao entender que ela mesma podia controlar e ouvir os espectros atormentados, Senna descobriu o que aconteceu com as Ilhas das Sombras, que muito tempo atrás era conhecida como Ilhas das Bênçãos. Esperando apenas a hora certa para sair da lanterna, Senna conheceu outros sentinelas da luz que estavam ali presos na lanterna e criou sua própria arma. 

Totalmente preparada, quando Senna finalmente pode sair da lanterna e proteger Lucian na última hora, ela sabia já qual seria seu próximo objetivo: encontrar o Rei Destruído e acabar com a maldição das Ilhas das Sombras. 

Vi

Nascida em Zaun, Vi e sua irmã Jinx foram abandonadas no nível mais baixo e poluído da cidade, a mercê de bandidos, agiotas e todo tipo de crime possível, quando Jinx ainda era um bebê. Vi foi acolhida por um orfanato chamado Lar Esperança, mas Jinx não estava mais no berço na hora que Vi foi salva. 

Precisando viver a todo custo, Vi fez o possível para se alimentar e cresceu com um grupo de crianças que se viravam juntas para viver, nos moldes de como Ekko também viveu. Considerados arruaceiros por toda Zaun, Vi tenta simplesmente não se lembrar muito dessa época de sofrimento. 

Mais velha, Vi se tornou a dona da própria gangue e ficou cada vez mais ousada. Roubava dos mais abastados e afortunados e resolvia tudo na base dos punhos. Já com mais noção de sociedade, Vi foi treinada por um homem que trabalhava num bar na divisa das Rotas de Piltover e Zaun. Ali ela aprendeu os limites de sua personalidade autodestrutiva, tendo mais disciplina na hora de lutar e extrair sua raiva. 

Na sua vida de gangue, Vi ficou muito famosa em Zaun, que conquistou suas manoplas em uma das negociações de barões de Zaun com Piltover, e acabou com a gangue rival, Desordeiros da Selva Fabril, na base do soco com as próprias manoplas. 

Hoje Vi sumiu de Zaun e resolveu ajudar Caitlyn, a Xerife de Piltover, para ir atrás de Jinx, pois aparentemente ela descobriu que a menina de cabelos azuis é sua irmã. Muita história deve ser contada na animação “Arcane”, anunciada pela Riot Games, que vai aconteceu em Zaun e deve tratar do passado de Vi, Jinx e Piltover. 

PalomaBarreto

Paloma Barreto

Tem muitas outras mulheres com histórias incríveis de evolução pessoal e superação! Diz aí nos comentários as campeãs que vocês lembram!

Notícias Relacionadas

NBA 2K League: Raptors Uprising GC quebra recorde de melhor início de temporada regular ao bater Heat e chegar a 11-0
LoL 11-0 INÉDITO!

Raptors Uprising quebra recorde de 2019 do Mavs; veja como foi o Dia 1 da Semana 8 da NBA 2K League

NBA 2K League: Magic Gaming surpreende e bate Warriors Gaming Squad
LoL WGS EM CRISE?

Duo da Flórida recuperado, Celtics zerado e Jazz embalado; veja como foi o Dia 4 da Semana 7 da NBA 2K League

NBA 2K League: em duelos emocionantes decididos por um ponto, Mavs Gaming vence Warriors Gaming Squad
LoL FINAIS EMOCIONANTES

Mavs passa pelo Warriors Gaming Squad no melhor duelo da temporada; veja como foi o Dia 3 da Semana 7 da 2KL

Instagram

última imagem publicada no instagram por eSportsBR