Escreva o que pretende procurar e pressione ENTER para iniciar a sua pesquisa!

eSports-logo-250x250
live-news-icon

Live News

FGC: Conheça mulheres importantes da comunidade

Imagem de: Reprodução/Capcom

FGC

FGC: Conheça mulheres importantes da comunidade

As mulheres que vão além de apertar botões e são uma inspiração para a comunidade

8 de março é o Dia Internacional das Mulheres e para aproveitar a data especial, o eSportsBR traz matérias especiais com foco nas mulheres no cenário de esports ou de games em geral.

Por isso, aqui são mostradas algumas das figuras femininas mais relevantes e impactantes da FGC. Mulheres que, como em quase todo cenário de videogames, sofrem discriminações e tratamentos diferentes apenas por serem mulheres em um cenário supostamente dominado por homens. E isso acaba tornando a luta delas por um lugar de destaque, de peso, de influência muito mais difícil e complicado do que para os seus colegas.

Apesar de sabermos que já passaram por problemas dentro da comunidade (como duas da lista que chegaram a ter stalkers que as seguiam em torneios, por exemplo), focaremos aqui nos aspectos positivos e inspiradores que elas trazem para o cenário. 

Confira uma lista das personalidades femininas da FGC:

Ricki Ortiz

Ricki Ortiz abraçando Du 'Nuckledu' Dang. Robert Paul/Capcom

Ricki Ortiz é quase um sinônimo da FGC nos EUA. Ela está no cenário há mais de 20 anos, quando ainda tinha 16 ao disputar seu primeiro torneio. Hoje, aos 37 anos, é referência para os jogadores de Chun-Li do mundo inteiro. E não é por utilizar a personagem no Street Fighter V, mas sim pela conexão que Ricki possui com ela. Desde que jogou pela primeira vez, aos 9 anos, nunca mais a abandonou. Fosse em Street Fighter III, em Street Fighter IV ou qualquer outra versão, a chinesa dos chutes rápidos sempre estava sob seu comando.

Entre 2003 e 2009, Ricki por diversas vezes figurou no top 8 dos principais campeonatos, fosse em Street Fighter ou em outros, como Marvel vs Capcom. Em 2010, assinou contrato com a Evil Geniuses, quando pode se dedicar exclusivamente aos fighting games. Permanece até hoje na organização e ainda é relevante em competições, figurando entre os melhores com frequência.

Sherry “Sherryjenix” Nhan

Sherryjenix. Reprodução/Instagram

Sherry tem jogado Street Fighter por quase uma década, pelo menos em campeonatos. Mesmo que um de seus primeiros momentos de destaque tenha sido por uma discussão com outra jogadora, agora Sherry é uma das referências femininas na FGC. Não muito pelo que faz em torneios, mas sim pelo que movimenta e realiza por trás das câmeras. Ela é criadora do eFight pass, programa que ajuda cyberatletas estrangeiros a conseguirem um visto para entrarem nos EUA e disputarem os torneios. Através do programa dela, por exemplo, que Arslan Ash conseguiu entrar no país para disputar a EVO de Tekken, em que se tornou campeão.

A entrevista de Sherry abaixo para Born Free fala muito sobre sua vida e presença na FGC. (em inglês)

Persia

Persia comentando Marvel vs Capcom. Robert Paul/RMPaul.com

Embora não esteja aparecendo tanto na FGC nos últimos tempos, por ser a nova host do site Gamespot, PErsia ainda “mexe seus pauzinhos” na comunidade. Em Janeiro de 2019, criou o XO Academy, programa para treinar e desenvolver jogadoras, mas também para ajudar elas a disputarem campeonatos. As jogadoras cadastradas têm aulas de até 20h semanais, com horário flexível e treinadores que se encaixam melhor para cada uma é indicado. Até o momento já patrocinaram oito jogadoras, e contam com mais de 75 na fila de espera.

Mas Persia chegou à FGC vinda do cenário de FPS, ainda em 2009 (ela venceu seu primeiro torneio, de Halo 2, em 2004). Na última década, ganhou mais destaque nos microfones, quando narrava e comentava partidas de Marvel vs Capcom, incluindo as finais do jogo nas EVOs ao longo do ano.

Mamadao

Mamadao é visto como uma "mãezona". Avery Wong

Carolyn "Mama" Dao é chamada como Mama por cuidar dos jogadores de NorCal. Pelo menos para que eles não percam as suas “pools”. Sim, ela ficou conhecida com esse nick por estar presente em torneios e sempre fazendo com que os jogadores não “enrolassem” para chegar nos seus confrontos. Ela também comanda o Churning the Butter, um programa semanal de Street Fighter do Showdown (grande torneio de Street Fighter).

Mas Mama vai além da produtora de eventos. Em 2017, ela criou o ComboQueens. O programa visa criar um espaço seguro para as jogadoras, onde elas possam se reunir e ficar à vontade, apenas curtindo o momento, jogando, ou comendo, além de calro, praticar e até ter aula para melhorar.

NyxRose

NyxRose, fundadora da EQNX. Reprodução/Twitter

Emily Tran, conhecida também como NyxRose, já trabalhou na IGN Pro League, na Riot Games e na Echo Fox, até deixar isso para trás e fundar o sua própria equipe, a Equinox Gaming (EQNX). Mas além de patrocinar os jogadores da FGC - uma das poucas equipes a ter somente cyberatletas de fighting games e com foco em Tekken (mas não somente o jogo da Namco/Bandai) - NyxRose também gerencia seus contratados. Chegou, por exemplo, a viajar para o Japão com Jeannail "Cuddle_Core" Carter, para uma demonstração de FT10 (first to ten, primeiro a ter 10 vitórias ganha a disputa). Essas medidas, mostram o diferencial de seu comando.

Kayane

Kayane em ação. Stephanie Lindgren - Fotógrafa de Esports

Marie-Laure "Kayane" Norindr já é um rosto conhecido da FGC há um tempo, especialmente por quem acompanha o cenário de Soul Calibur. Ela não só compete, mas como também organiza eventos. Chegou a ser uma embaixadora do lançamento francês de Soul Calibur V. Jogando competitivamente desde 2001, ainda conta com uma marca no Guiness Book: a primeira mulher campeã de Street Fighter. Foi na EVO 2010, quando existiu uma disputa com a categoria feminina. Em 2019, ela ficou no top 8 da EVO em Soul Calibur VI.

Majin 

Majin  

Pessoas inspiradoras <3

Notícias Relacionadas

NBA 2K League: Raptors Uprising GC quebra recorde de melhor início de temporada regular ao bater Heat e chegar a 11-0
FGC 11-0 INÉDITO!

Raptors Uprising quebra recorde de 2019 do Mavs; veja como foi o Dia 1 da Semana 8 da NBA 2K League

NBA 2K League: Magic Gaming surpreende e bate Warriors Gaming Squad
FGC WGS EM CRISE?

Duo da Flórida recuperado, Celtics zerado e Jazz embalado; veja como foi o Dia 4 da Semana 7 da NBA 2K League

NBA 2K League: em duelos emocionantes decididos por um ponto, Mavs Gaming vence Warriors Gaming Squad
FGC FINAIS EMOCIONANTES

Mavs passa pelo Warriors Gaming Squad no melhor duelo da temporada; veja como foi o Dia 3 da Semana 7 da 2KL

Instagram

última imagem publicada no instagram por eSportsBR