FGC: APÓS QUASE 30 ANOS, MIKE TYSON CONHECE BALROG DE STREET FIGHTER 2

O ex-boxeador não fazia ideia da homenagem prestada pela Capcom

FGC: APÓS QUASE 30 ANOS, MIKE TYSON CONHECE BALROG DE STREET FIGHTER 2

Reprodução/Capcom

Que Mike Tyson é uma das personalidades mais conhecidas da década de 90, muita gente sabe. Que Street Fighter 2 realizou uma homenagem ao então campeão mundial dos pesos pesados de boxe, também. Porém, foi apenas agora, em 2019, que o ex-pugilista teve conhecimento da sua contraparte digital, o M. Bison (ou Balrog, para o Ocidente).

Ao participar de um programa da ESPN Esports dos Estados Unidos, além de jogar Mario Kart 8, Tyson comentou sobre suas aparições em games. Uma das mais conhecidas, é Punch-Out, do NES, lançado em 1987. Porém, o veterano boxeador ficou surpreso ao ver o lutador de Street Fighter baseado nele. “Puxa vida, ele se parece comigo?”, questionou Tyson enquanto ainda olhava as imagens. Durante o segmento, Tyson se mostrou surpreso ao saber disso somente agora e disse se sentir honrado com a personificação dele no jogo. 

Lançado em 1991 no Japão, Street Fighter 2 criou então M. Bison em homenagem à Mike Tyson. Porém, ao localizar o jogo para o Ocidente, a Capcom (produtora do jogo) ficou com receio de ser processada pelo então boxeador, devida à clara inspiração, e decidiu então trocar os nomes. M. Bison virou Balrog, Balrog virou Vega e Vega virou M. Bison. 

Essa troca causa uma certa confusão até hoje com o jogo e, por isso, os jogadores se referem aos personagens como Dictator (ditador, em referência ao M. Bison ocidental/Vega japonês), Claw (garra, em referência ao Vega ocidental/Balrog japonês) e Boxer (boxeador, em referência ao Balrog ocidental/M. Bison japonês).

Confira o vídeo com a participação de Mike Tyson (a partir da marca dos 2:20):