COMUNIDADE CRITICA VAGA SA CONQUISTADA PELA TEST123 PARA O PRÓXIMO MAJOR DE DOTA 2

Equipe não reside no Brasil e possui apenas um jogador brasileiro em sua lineup.

COMUNIDADE CRITICA VAGA SA CONQUISTADA PELA TEST123 PARA O  PRÓXIMO MAJOR DE DOTA 2

eSportsBR

A paiN Gaming e a test123, equipe formada após o desmonte da PainX, são as duas equipes classificadas para o Major de Xunquim, na China.  A equipe da test foi a qualificada da chave dos campeões, vencendo a própria paiN Gaming por dois a um. Já a paiN teve que disputar a última vaga na final da chave dos perdedores, e passou com tranquilidade pelos peruanos da Thunder Predator, vencendo-os por dois a zero. Com as vagas sul-americanas para o Major decididas, Peter “ppd” Dager, jogador da Ninjas in Pyjamas, publicou uma nota de protesto em seu Twitter.

Na madrugada desta quarta (28) foram decididas as duas vagas sul-americanas, mas parte da comunidade não ficou muito contente com os resultados. Tudo isso pois uma das classificadas, a equipe da test123, conquistou um lugar no Major pela qualificatória do continente, mesmo não residindo em nenhum país da região e possuindo apenas um jogador sul-americano na lineup, o brasileiro Rodrigo “Liposa” Santos.

Em seu Twitter, ppd publicou uma nota em tom de protesto, dizendo que o que estava sendo feito nas qualificatórias sul-americanas era “inaceitável”. De acordo com o jogador, ele já havia entrado em contato com a Valve duas vezes questionando sobre a possibilidade de disputar as qualificatórias sul-americanas jogando do Brasil, uma enquanto ainda era da OpTic e outra mais recente enquanto já estava na NiP. Em ambas as ocasiões o pedido foi negado, com direito a Valve dizendo que tal atitude significaria uma “tentativa de trapacear o sistema” e que isso era “inaceitável”.

De acordo com o pro player, a equipe liderada por Quinn “CCnC” Callahan estaria utilizando dos mesmos métodos trapaceiros para se classificar nos principais torneios do Dota Pro Circuit. O principal ponto de acusação do protesto era que os jogadores não moravam na região de disputa e nem treinavam ou participavam da comunidade local do jogo.

Vários jogadores profissionais se manifestaram apoiando o protesto de ppd. Syed "SumaiL" Hassanjogador da Evil Geniuses, e ex-capitão da paiN Gaming, Danylo "Kingrd" Nascimento, foram alguns dos que se manifestaram a favor das acusações de ppd. Até mesmo Fallen, ídolo brasileiro do CS:Go, respondeu ao protesto dizendo que isso era uma completa "besteira" e que no cenário de Counter Strike tal conduta não é permitida.

 

A Valve ainda não se pronunciou sobre o ocorrido. Levando em consideração as recentes ações da empresa, com o intúito de fortalecer os cenários de cada região no Dota 2, é possível que a empresa aplique algum tipo de punição à equipe.

 

 

ATUALIZAÇÃO: Após a publicação dessa matéria, a VALVE divulgou uma nota oficial desclassificando a Test 123. Saiba mais aqui