BLAST PRO SERIES: A VOLTA DA MIBR AO BRASIL

Contando com 6 das 8 melhores equipes do mundo, campeonato será realizado em São Paulo neste final de semana.

BLAST PRO SERIES: A VOLTA DA MIBR AO BRASIL

Reprodução/MIBR

A primeira Blast Pro Series de 2019 começa nessa sexta (22), na cidade de São Paulo. Os amantes brasileiros de Counter Strike: Global Offensive terão a oportunidade de ver seis das oito melhores equipes do mundo disputando uma premiação total de US$ 250 mil. Seguindo o mesmo formato das BLAST anteriores, Ninjas in Pyjamas, Astralis, Faze Clan, Team Liquid, ENCE eSports e a MiBR se enfrentarão em confrontos melhor de um (MD1). As duas melhores equipes da primeira etapa avançam para a grande final, disputada em sistema MD3.

Este evento será o primeiro disputado pela MiBR no Brasil com uma line up 100% brasileira desde o retorno da tag, em 2018. Para aumentar um pouco mais a hype, nesta semana foi anunciado Lincoln "fnx" Lau, um dos jogadores mais queridos pela torcida, como Embaixador da equipe. E por falar em torcida, esta não pretende fazer feio no Ginásio do Ibirapuera: todos os ingressos colocados a venda esgotaram-se em menos de quatro horas, a previsão é da casa cheia amanhã.

Mesmo com a volta da line up completamente brasileira, a MiBR não chega a Blast Pro Series São Paulo com bons resultados. Recentemente eles foram precocemente eliminados nas quartas de final da WESG 2018/2019, além de terem terminado o IEM Katowice Major 2019 na faixa da 3ª/4ª colocação, que apesar de não ser o resultado esperado pela torcida, foi o suficiente para assegurar o status de Legends da equipe.  

A primeira disputa da MiBR será contra a ENCE, segunda colocada do último Major. Em seguida os brasileiros enfrentam a Faze Clan e a temível Astralis, tricampeã de Major e responsável por faturar oito títulos só em 2018. No evento a MiBR terá a chance de degustar em casa a “Janta Dinamarquesa” que a tanto tempo esperamos.

A postura da MiBR nesses últimos campeonatos vem preocupando os torcedores, com jogadas “manjadas”, posições erradas e entrando no bombsite com 10 segundos de round restante. Mas esse evento dentro de casa, com time totalmente brasileiro novamente e essa sede de vitória, pode ser o ingrediente ideal para uma boa campanha da Made in Brazil. A volta do “Zelão”, que tinha saído da Sk Gaming para Liquid, deve trazer melhorias táticas e psicológicas para o time, afinal, com Zews na liderança a line BR ficou muitos anos no topo do Rankig Mundial.

A volta do fnx no time, mesmo como Embaixador, pode trazer apoio a equipe (inclusive com chances de provar o meme “sem fnx, sem major”). Poderemos tanto "jantar dinamarqueses" como levantar mais um trofeu de major?

Acompanhe a Blast Pro Series São Paulo no nosso site e redes sociais.

João Paulo "JP" Carvalho é colunista do eSports Brasil, acompanhe-o no Facebook.

Revisão: Diogo Oliveira